GEOGEBRA CLASSROOM: UMA PLATAFORMA VIRTUAL COM FERRAMENTAS MATEMÁTICAS INTERATIVAS

Resumo

Este relato apresenta uma experiência vivenciada por um professor de matemática do Ensino Médio com a utilização de uma nova ferramenta do GeoGebra, denominada Classroom. Este recurso, que simula uma sala de aula virtual, pode ser utilizado em conjunto a outras plataformas de ensino a distância, como Zoom, Webex, dentre outras. Aqui, compartilharemos a forma como esta ferramenta pode ser explorada no ensino remoto, bem como suas potencialidades e limitações no ensino da matemática, especificamente em uma atividade sobre funções. Tal atividade contemplou questões sobre o índice de transmissão da COVID-19, explorando os diferentes tipos de representação de funções, em uma turma de Ensino Médio. O uso do GeoGebra Classroom possibilitou a observação em tempo real, pelo professor, do desenvolvimento da atividade realizada pelos alunos, sendo possível identificar o progresso, o erro e a dúvida nas tarefas propostas, oportunizando um feedback imediato e uma melhor interação entre professor e alunos.

Biografia do Autor

Jeferson Moizés Lima, Universidade do Estado de Santa Catarina, Centro de Ciências Tecnológicas.

Graduado em MATEMÁTICA LP pela Universidade de Passo Fundo (2005) . Mestre em Ensino de Ciências, Matemática e Tecnologias pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Participa Grupo de Pesquisa em Educação Matemática e Sistemas Aplicados ao Ensino - PEMSA da Universidade do Estado de Santa Catarina. Atualmente é Professor titular do Ensino Médio no Colégio Salesiano Itajaí.

Ivanete Zuchi Siple, Universidade do Estado de Santa Catarina, Centro de Ciências Tecnológicas.

Licenciada em Matemática pela Universidade Federal de Santa Catarina- UFSC, mestre e doutora em Engenharia de Produção -UFSC e pós-doutora em Educação Matemática pelo Institut National de Recherche Pédagogique-INRP, Lyon-França. Professora associada do Departamento de Matemática do Centro de Ciências Tecnológicas da Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC, onde desenvolve atividades de ensino, pesquisa e extensão nas áreas de Matemática e Educação Matemática. Professora do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências, Matemática e Tecnologias (PPGECMT) da UDESC e lider do Grupo de Pesquisa NEPesTEEM ? Núcleo de Estudo e Pesquisa em Tecnologia Educacional e Educação Matemática. Áreas de trabalho e interesse em Educação Matemática : Tecnologias, Ensino Superior e Formação Docente

Referências

BORBA, Marcelo C. Educação Matemática a Distância Online: balanço e perspectivas. Cuadernos de Investigación y Formación en Educación Matemática, p. 349-358, 2013.

DUVAL, Raymond. Semiósis e pensamento humano: registros semióticos e aprendizagens intelectuais. São Paulo: Livraria da Física, 2009.

DUVAL, Raymond et al. Questões epistemológicas e cognitivas para pensar antes de começar uma aula de matemática. Revista Eletrônica de Educação Matemática, v. 11, n. 2, p. 01-78, 2016.

DUVAL, Raymond; MORETTTI, Méricles Thadeu. Como analisar a questão crucial da compreensão em Matemática? Revista Eletrônica de Educação Matemática, v. 13, n. 2, p. 1-27, 2018.
Publicado
2021-09-30
Como Citar
Lima, J., & Siple, I. (2021). GEOGEBRA CLASSROOM: UMA PLATAFORMA VIRTUAL COM FERRAMENTAS MATEMÁTICAS INTERATIVAS. Revista Paranaense De Educação Matemática, 10(22), 493-515. Recuperado de http://revista.unespar.edu.br/index.php/rpem/article/view/894
Seção
Relatos de Experiência