INVESTIGANDO CONCEPÇÕES DE ÁLGEBRA E NÍVEIS DE DESENVOLVIMENTO DO PENSAMENTO ALGÉBRICO DE PROFESSORAS DOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

  • José Edivam Braz Santana Universidade Federal de Pernambuco - UFPE
  • Andreza Santana da Silva Universidade Federal de Pernambuco - UFPE http://orcid.org/0000-0001-9675-3557

Resumo

Este artigo apresenta os resultados de um estudo realizado com cinco professoras dos anos iniciais do ensino fundamental de uma escola pública municipal da cidade de Afogados da Ingazeira PE, cujo objetivo principal foi verificar a relação existente entre as concepções de álgebra manifestadas e o nível de desenvolvimento do pensamento algébrico apresentado por essas professoras. Foi desenvolvido em duas etapas: a primeira, por meio de um questionário com o objetivo de identificar as concepções sobre álgebra e o ensino de álgebra nos anos iniciais do ensino fundamental; e a segunda, por meio da resolução de uma atividade contendo três problemas de álgebra, cujo objetivo foi de identificar o nível de desenvolvimento do pensamento algébrico mobilizado por estas professoras no desenvolvimento da atividade. Os resultados apresentados nas respostas apontam para concepções de álgebra ligadas, principalmente, à aritmética generalizada e para níveis incipientes de desenvolvimento do pensamento algébrico apresentado pelas professoras dos anos iniciais do ensino fundamental (nível 1, sobretudo), mostrando certa coerência entre as concepções e os níveis de desenvolvimento do pensamento algébrico manifestados por elas, para os problemas propostos.

 

Referências

ALMEIDA, J. R. Características do pensamento algébrico reveladas por estudantes dos anos finais do Ensino Fundamental na resolução de um problema de partilha. Revista Eletrônica Científica Ensino Interdisciplinar. Mossoró, v. 4, n. 12, p. 700-713, 2018.

ALMEIDA, J. R.; CÂMARA DOS SANTOS, M. Desenvolvimento do Pensamento Algébrico: proposição de um modelo para os problemas de partilha. Zetetiké, Campinas, SP, v.26, n.3, p.546-568, 2018.

ALMEIDA, J. R.; CÂMARA DOS SANTOS, M. Pensamento algébrico: em busca de uma definição. Revista Paranaense de educação Matemática, Campo Mourão, PR, v.6, n.10, p.34-60, 2017.

ARAÚJO, E. A. Ensino de álgebra e formação de professores. Educação Matemática Pesquisa, São Paulo, v. 10, n. 2, pp. 331-346, 2008.

BLANTON, M.; KAPUT, J. Characterizing a classroom practice that promotes algebraic reasoning. Journal for Research in Mathematics Education, v. 36, n.5, p. 412-446, 2005.

BRANCO, N. C. V. O Desenvolvimento do Pensamento Algébrico na Formação Inicial de Professores dos Primeiros Anos. Tese (Doutorado em Educação) – Instituto de Educação, Universidade de Lisboa, 2013, 530 f.

BRASIL. Base Nacional Curricular Comum- BNCC. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília, 2017.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática. 1º e 2º ciclos. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1997.

CANAVARRO, A. P. O pensamento algébrico na Aprendizagem da Matemática nos primeiros anos. Quadrante, Évora, v.16, n.2, p. 81-118, 2009.

CARRAHER, D.; SCHLIEMANN, A. Early algebra and algebraic reasoning. In: LESTER, F. (Ed.), Second handbook of research on mathematics teaching and learning, Charlotte, USA: NCTM e IAP, p. 669-705, 2007.

CURI, E. Formação de Professores Polivalentes: uma análise dos conhecimentos para ensinar Matemática e das crenças e atitudes que interferem na constituição desses conhecimentos. Tese (Doutorado em Educação Matemática), Pontifícia Universidade Católica de São Paulo-PUC/SP. São Paulo. 2004. 278 f.

FIORENTINI, D; FERNANDES, F. L. P; CRISTOVÃO, E. M. Um estudo das potencialidades pedagógicas das investigações matemáticas no desenvolvimento do pensamento algébrico. Faculdade de Educação, Universidade de Campinas. Campinas, 2005.

FIORENTINI, D; MIORIM, M. A; MIGUEL, A. Contribuição para um Repensar... a Educação Algébrica Elementar. Pro-posições, Campinas, v.4, n.1, p. 78-91, 1993.

GIL, K. H. Reflexões sobre as dificuldades dos alunos na aprendizagem de Álgebra. Dissertação. Pontifícia Universidade Católica Do Rio Grande do Sul, Faculdade de Física. Porto Alegre, 2008.

GODINO, J. D., AKÉ, L. P., GONZATO, M.; WILHELMI, M. R. Niveles de algebrización de la actividad matemática escolar: implicaciones para la formación de maestros. Enseñanza de las Ciencias: revista de investigación y experiencias didácticas, Espanha, v.32, n.1, 199-219, 2014. Disponível: http://www.raco.cat/index.php/Ensenanza/issue/view/21903/showToc.

KAPUT, J. J. A Research Base Supporting Long Term Algebra Reform? In: Annual Meeting of North American Chapter of the international group for the psychology of mathematics educacion, 17., Columbus, 1995.

KAPUT, J. J. Teaching and Learning a New Algebra With Understanding. National Center For Improving Student Learning & Achievement In Mathematics & Science. 1999. Disponível em: https://eric.ed.gov/?id=ED441662. Data do acesso: 02/12/2019.

KIERAN, C. Algebraic thinking in the early grades: What is it? The Mathematics Educator, Vol.8, n.1, p. 139 – 151, 2004. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/228526202_Algebraic_thinking_in_the_early_grades_What_is_it. Data do acesso: 01/12/2019.

OLIVEIRA, A.T. C. C. de. Reflexões sobre a Aprendizagem da Álgebra. Educação Matemática em Revista. SBEM, nº. 12, Ano 9, p.35-39, 2002.

PERNAMBUCO. Currículo de Pernambuco: ensino fundamental – Matemática. Secretaria de Educação e Esportes, Recife, PE, 2019.

PONTE, J.P. Didácticas Específicas e Construção do Conhecimento Profissional. In: TAVARES, J.; PEREIRA, A.; PEDRO, A.P.; SÁ, H.A. (Eds.). Investigar e formar em educação. Actas do IV Congresso da SPCE, p. 59 – 72, Porto: SPCE. 1999.

RADFORD, L. Gestures, Speech, and the Sprouting of Signs: A Semiotic-Cultural Approach to Students’ Types of Generalization. Mathematical Thinking and Learning, v.5, n.1, p. 37–70, 2003. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/228553085_Gestures_Speech_and_the_Sprouting_of_Signs_A_Semiotic-Cultural_Approach_to_Students'_Types_of_Generalization. Data do acesso: 01/12/2019.

SCHNEIDER, A. A Aprendizagem da Álgebra nos Anos Finais do Ensino Fundamental. Trabalho de Conclusão de Curso. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2013.

SOUZA, K. C. S.; BORGES, M. F. A Formação Matemática dos Professores dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental Para a Docência. Anais do XII Encontro Nacional de Educação Matemática. 2016. Disponível em: http://www.sbembrasil.org.br/enem2016/anais/pdf/5627_2384_ID.pdf. Data do Acesso: 07/12/2019.

USISKIN, Z. Concepções sobre a álgebra da escola média e utilizações das variáveis. In: COXFORD, A. F.; SHULTE, A. P. (Org.). As ideias da álgebra. São Paulo: Atual, 1995.
Publicado
2021-09-30
Como Citar
Braz Santana, J., & Santana da Silva, A. (2021). INVESTIGANDO CONCEPÇÕES DE ÁLGEBRA E NÍVEIS DE DESENVOLVIMENTO DO PENSAMENTO ALGÉBRICO DE PROFESSORAS DOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL. Revista Paranaense De Educação Matemática, 10(22), 81-105. Recuperado de http://revista.unespar.edu.br/index.php/rpem/article/view/779
Seção
Artigos Científicos