ESTADO DO CONHECIMENTO SOBRE REPRESENTAÇÕES SOCIAIS E O ENSINO DA MATEMÁTICA NO MARCO DA CIDADE EDUCADORA (2013-2020)

  • Simone José Aparecida da Silva Santos
  • Sueli Pereira Donato

Resumo

Por meio deste artigo objetivamos apresentar os principais resultados de pesquisas brasileiras concernentes às Representações Sociais, o Ensino da Matemática e a Cidade Educadora, no recorte temporal de 2013-2020. Para tanto, fizemos um levantamento junto ao repositório de dissertações e teses no Catálogo de Teses e Dissertações da CAPES e a Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD) do Instituto Brasileiro de Ciência e Tecnologia, visando responder à pergunta norteadora: “No Brasil, quais produções científicas tratam das Representações Sociais sobre o Ensino da Matemática e sua interlocução com a cidade enquanto espaço educador e/ou território educativo no marco da Cidade Educadora?”. Os descritores que nortearam essa busca foram as seguintes expressões: “Representações Sociais” AND “Ensino da Matemática”, AND “Cidade Educadora”. Esta revisão de literatura revelou que no Brasil não há produções científicas que tratam de Representações Sociais sobre o ensino da Matemática e sua interlocução com a Cidade Educadora. No entanto, há um pequeno volume de pesquisas que interrelacionam Representações Sociais com o Ensino da Matemática. É importante que a Matemática faça sentido e esteja articulada à vida dos estudantes, auxiliando na resolução de problemas e contribuindo para que sejam protagonistas na ação pedagógica, bem como, na compreensão do mundo a partir de suas representações.

Referências

ABRIC, Jean - Claude. O estudo experimental das representações sociais. In: JODELET, D. (Org.). As representações sociais. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2001, p. 155-172.

AICE. Associação Internacional das Cidades educadoras. Carta das Cidades Educadoras. 2020. Disponível em: https://www.edcities.org/wp-content/uploads/2020/11/PT_Carta.pdf. Acesso em: 25 fev. 2021.

ARAÚJO, Nelma Sgarbosa Roman de. Representações Sociais de professores de matemática e alunos da Educação de Jovens e Adultos sobre esta modalidade de ensino e a matemática. 2013. 139 f. Maringá: Tese de Doutorado apresentada Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência e a Matemática da Universidade Estadual de Maringá, PR, 2013. Disponível em: http://repositorio.uem.br:8080/jspui/handle/1/4549. Acesso em: 11 fev. 2021.

BACHELARD, Gaston. A formação do espírito científico: contribuições para uma psicanálise do conhecimento. Rio de Janeiro: Contraponto, 1996.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal, 1988.

BRASIL. LDB: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional: lei Nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 23 de dez. 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 27 jul. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão. Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica. Conselho Nacional da Educação. Câmara Nacional de Educação Básica. Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais da Educação Básica / Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Diretoria de Currículos e Educação Integral. Brasília: MEC, SEB, DICEI, 2013.

BRASIL. Secretaria de Educação Básica. Formação de professores do ensino médio, Etapa II - Caderno III: Ciências da Natureza / Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica; [autores: Daniela Lopes Scarpa... et al.]. – Curitiba: UFPR/Setor de Educação, 2014.

CABANAS, Maria Inmaculada Chao. A matemática escolar, uma representação social da ciência matemática. 2017. 139 f. Rio de Janeiro: Tese de Doutorado apresentada à Banca Examinadora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estácio de Sá, RJ, 2017. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=6182421. Acesso em: 04 fev. 2021.

CRUZ, Fatima Maria Leite. Expressões e significados da exclusão escolar: representações sociais de professores e alunos sobre o fracasso em matemática. 2006. 361 f. Tese de Doutorado em Educação. Programa de Pós- graduação em educação. Centro de Educação. Universidade Federal de Pernambuco. Recife/PE. 2006.

D’AMBROSIO, Ubiratan. Transdisciplinaridade. São Paulo: Palas Athenas. 3. ed. 2012.

DELORS, Jacques et al. Educação: um tesouro a descobrir: relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação para o Século XXI. São Paulo: Cortez; Brasília, DF: UNESCO, 1998.

DONATO, Sueli Pereira; ENS, Romilda Teodora; JESUS, Rosane de. Cidade educadora e o programa linhas do conhecimento: representações sociais de professoras de educação infantil. Interfaces da Educação, Paranaíba, v.11, n.32, p. 384 - 411, 2020 ISSN 2177-7691.

FÁVERO, Maria Helena. La psicologia del conocimiento y la construcción de competencias conceptuales en la escuela. (2009a). Revista Internacional Magistério, 7(39). 18-22.

FÁVERO, Maria Helena. Os fundamentos teóricos e metodológicos da psicologia do conhecimento. In: M. H Fávero & C. Cunha (Orgs.), Psicologia do conhecimento. O diálogo entre as ciências e a cidadania (pp. 9-20). Brasília: Liber Livro. 2009b.

FÁVERO, Maria Helena. Psicologia e conhecimento: Subsídios da psicologia do desenvolvimento para a análise de ensinar e aprender. 2005. Brasília: Editora UnB.

GUARESCHI, Pedrinho Arcides. ROSO, Adriane. Teoria das Representações Sociais – Sua História e seu potencial crítico e transformador. In: CHAMON et al.(org.). Textos em representação social. Porto Alegre, ABRAPSO, 2014.

JODELET, Denise. A alteridade como produto e processo psicossocial. In: ARRUDA, Ângela (org.). Representando a Alteridade. Petrópolis: Vozes, 1998.

JODELET, Denise. Ciências sociais e representações: estudo dos fenômenos representativos e processos sociais, do local ao global. Revista Sociedade e Estado, Volume 33, Número 2, Maio/Agosto 2018.

JODELET, Denise. Representações sociais: Um domínio em expansão. Em Jodelet, D. (org.), Representações sociais. Rio de Janeiro: EDUERJ. Vol. 1, p. 22, 2002.

JODELET, Denise. Representações sociais: um domínio em expansão. In JODELET, D. As representações sociais. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2001. p. 17-44.

MENDONÇA. Silvia Regina Pereira de. Representação social sobre o ensino de matemática de licenciandos vinculados ao PIBID: dinâmica de formação. 2016. 295 f. Natal: Tese de Doutorado em Educação apresentada ao Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Centro de Educação. RGN, 2016. Disponível em: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21950. Acesso em: 04 fev. 2021.

MOLL, Jaqueline. Cidade e Territórios Educativos: elementos para pensar a educação na contemporaneidade. 37ª Reunião Nacional da ANPEd – 04 a 08 de outubro de 2015, UFSC – Florianópolis.

MOLL, Jaqueline. Reflexões introdutórias ao monográfico «Cidade Educadora: olhares e práticas» Pela utopia de cidades educadoras: Por um mundo onde todos tenham lugar. KULTUR. ISSN: 2386-5458 - vol. 6, nº11, 2019 - pp. 27-38.

MOSCOVICI, Serge. A psicanálise, sua imagem e seu público. Tradução: Sonia Fuhrmann. Rio de Janeiro: Vozes, 2012. (Coleção Psicologia Social).

MOSCOVICI, Serge. A representação social da psicanálise. Trad. Álvaro Cabral. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1978.

MOSCOVICI, Serge. La psychanalyse, son image et son public. Paris: P.U.F., 1961.

MOSCOVICI, Serge. Representações Sociais: Investigações em psicologia social. (Pedrinho Guareschi, trad.). Petrópolis: Vozes, 2007.

MOSCOVICI, Serge. Representações Sociais: investigações em psicologia social. 8. ed. Petrópolis: Vozes, 2011.

MOSCOVICI, Serge. Representações Sociais: investigações em psicologia social. Tradução: Pedrinho Arcides Guareschi. 11. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2015.

NOVAES, Adelina. ORNELLAS, Maria de Lourdes. ENS, Romilda Teodora. Convergências teóricas em representações sociais e seu aporte para o estudo de políticas docentes. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 17, n. 53, p. 999-1015, 2017. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/index.php/dialogoeducacional/article/view/16433/17784. Acesso em: 27 jul. 2021.

OLIVEIRA, Otavio Henrique Braz de. A aula de matemática: a didática do feminino e do masculino. 2013. 299 f. Dissertação de Mestrado apresentada ao Instituto de Psicologia da Universidade de Brasília, DF, 2013. Disponível em: https://repositorio.unb.br/handle/10482/13226. Acesso em: 04 fev. 2021.

PEREIRA, Paulo Vitor. A surdez no ambiente escolar: um estudo das representações sociais de professores de matemática, intérpretes e alunos. 2014. 48 f. Três Lagoas: Dissertação de Mestrado apresentada ao PROFMAT, na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. MS, 2014. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/191534. Acesso em: 04 fev. 2021.

POZZA, Osvaldo Antonio; PENEDO, Sérgio. A MÁQUINA DE TURING. Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), 2002.

RAMOS, Maria Madalena Carlos. Matemática: A Bela ou o Monstro? Contributos para uma análise das representações sociais da matemática dos alunos do 9º ano de escolaridade. 2003. 553f. Tese de Doutorado em Educação. Universidade de Lisboa, Lisboa, Portugal. Disponível em: Acesso em: 07 jan. 2018.

ROMANOWSKI, Joana Paulin; ENS, Romilda Teodora. As pesquisas denominadas do tipo “estado da arte” em educação. Diálogo Educacional, v. 6, n. 19, p. 37-50, set./dez., 2006.

SEIDMANN, Susana. Narratives and Social Representations Inspired in and dialoguing with Sandra Jovchelovitch. Revista de Educação Pública, v. 29, p. 1-11, jan./dez. 2020.

SILVA, Albertina Maria Batista de Sousa da. O que se sabe, se ensina e se aprende sobre a matemática: estudo das representações sociais dos sujeitos do PROEJA do IFRJ. 2020. 271 f. São Paulo: Tese de Doutorado em Educação Matemática da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC, SP, 2020. Disponível em: https://tede2.pucsp.br/bitstream/handle/23233/2/Albertina%20Maria%20Batista%20de%20Sousa%20da%20Silva.pdf. Acesso em: 04 fev. 2021.

SILVA, Edna Matilde dos Santos Soares da. As representações sociais do livro didático por professores de matemática. 2013. 123 f. Recife: Dissertação de Mestrado apresentada ao Programa de Pós-graduação em Educação Matemática e Tecnológica da Universidade Federal de Pernambuco, CE, 2013. Disponível em: https://repositorio.ufpe.br/bitstream/123456789/13232/1/Dissertacao%20Edna%20Matilde%20dos%20Santos.pdf. Acesso em: 12 fev. 2021.

SILVA, Juliana de Cássia Gomes da. Representações sociais do ensino de matemática por professores de salas regulares e professores que atuam na Sala de Atendimento Educacional Especializado (SAEE) no estado de Pernambuco. 2016.148 f. Recife: Dissertação de Mestrado apresentada ao Programa de Pós-graduação em Educação Matemática e Tecnológica da Universidade Federal de Pernambuco, PE, 2016. Disponível em: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18685. Acesso em: 04 fev. 2021.

TEIXEIRA, Maria Joseane Santos. Representações Sociais de Avaliação em Matemática por alunos com baixo desempenho. 2014. 158 f. Pernambuco: Dissertação de Mestrado apresentada ao Programa de Pós-graduação em Educação Matemática e Tecnológica do Centro de Educação da Universidade Federal de Pernambuco, CE, 2014. Disponível em: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/13052. Acesso em: 26 fev. 2021.

UNIVERSITAS. A produção científica sobre educação superior no Brasil - 1968. Porto Alegre: GT Política de Educação Superior; ANPEd, 2002.

VALENTE, Wagner Rodrigues. Quem somos nós, professores de matemática? Cad. Cedes, Campinas, vol. 28, n. 74, p. 11 – 23, 2008.

VERGNAUD, Gérard. A classification of cognitive tasks and operations of thought involved in addition and subtraction problems. In T. Carpenter, J. Moser & T. Romberg (Eds.), Addition and subtraction. A cognitive perspective (pp. 39-59). Hillsdale, N.J.: Lawrence Erlbaum. 1982.

VOSGERAU, Dilmeire Sant’Anna Ramos; ROMANOWSKI, Joana Paulin. Estudos de revisão: implicações conceituais e metodológicas. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 14, n. 41, p. 165-189, jan./abr. 2014.
Publicado
2021-09-30
Como Citar
Santos, S. J. A. da S., & Donato, S. P. (2021). ESTADO DO CONHECIMENTO SOBRE REPRESENTAÇÕES SOCIAIS E O ENSINO DA MATEMÁTICA NO MARCO DA CIDADE EDUCADORA (2013-2020). Revista Paranaense De Educação Matemática, 10(22), 58-80. Recuperado de http://revista.unespar.edu.br/index.php/rpem/article/view/1166
Seção
Artigos Científicos