ENSINANDO MATEMÁTICA FINANCEIRA COM TECNOLOGIAS: UMA EXPERIÊNCIA UTILIZANDO LABORATÓRIO ROTACIONAL EM TEMPOS DE ENSINO REMOTO

  • Lázaro Rômulo de Souza
  • Edivanha Bezerra da Silva Soares
  • Glaydson Francisco Barros de Oliveira

Resumo

Em tempos de pandemia, o ensino remoto foi a tônica das práticas escolares, os professores precisaram se reinventar e, no ensino de Matemática, isso não foi exceção. Nesse sentido, o presente artigo objetiva apresentar uma experiência realizada em uma aula de Matemática Financeira na Educação Básica, em que foi utilizada uma adaptação do modelo de Ensino Híbrido Laboratório Rotacional, como estratégia de ensino. Amparado no paradigma qualitativo, realizamos um pré-teste com a finalidade de identificar o nível de entendimento dos estudantes com relação à temática a ser abordada, fundamental para a organização e execução da presente proposta de ensino através de streaming livre, proporcionando um ambiente colaborativo e interativo, no qual o estudante é o centro na construção do conhecimento. Através da aplicação, percebeu-se que houve melhoria na aprendizagem dos estudantes referente aos conteúdos: porcentagem, juros simples e juros compostos, evidenciada durante as etapas da proposta. Entendemos que os dados apresentados, contribuem para o debate quanto à utilização da tecnologia em tempos de ensino remoto e de ensino presencial

Referências

ALVES, R. M. M. et al. O quiz como recurso pedagógico no processo educacional: apresentação de um objeto de aprendizagem. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO, 13, 2015, Olinda. Anais [...] Recife: 2015. v. 13, p. 1-12

ARRUDA, E. P. (2020). Educação remota emergencial: elementos para políticas públicas na educação brasileira em tempos de Covid-19. Revista em rede, Porto Alegre. v 7, n. 1, pp. 257 a 275.

AZEVEDO, A. Como usar o Padlet para criar experiências de aprendizagem incríveis. Geekie. Disponível em: https://www.geekie.com.br/blog/padlet-como-criar-murais-para-suas-aulas/. Acesso em: 25 ago. 2020.

BASSO, M. Como no século 19: nossas salas de aula pararam no tempo. Gazeta do povo. Curitiba, 25 set. 2017. Disponível em: https://www.gazetadopovo.com.br/educacao/como-no-seculo-19-nossas-salas-de-aula-pararam-no-tempo-arjn56m7xzsmdid2inpnhu8cv/. Acesso em: 17 ago. 2020.

BEGGIORA, H. Kahoot: como criar quis e estudar com jogos. TechTudo. Disponível em : https://www.techtudo.com.br/dicas-e-tutoriais/2019/10/kahoot-como-criar-quiz-e-estudar-com-jogos.ghtml/. Acesso em: 25 ago. 2020.

BEGGIORA, H. Como usar o Google Forms? Saiba criar um formulário online. TechTudo. Disponível em: https://www.techtudo.com.br/dicas-e-tutoriais/2020/04/como-usar-o-google-forms-saiba-criar-um-formulario-online.ghtml/. Acesso em: 25 ago. 2020.

CARVALHO, L. WhatsApp: história, dicas e tudo que você precisa saber sobre o app. Olhar digital. Disponível em: https://olhardigital.com.br/noticia/whatsapp-historia-dicas-e-tudo-que-voce-precisa-saber-sobre-o-app/80779/. Acesso em: 25 ago. 2020.

DANTAS, T. "Youtube"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/informatica/youtube.htm/. Acesso em: 25 ago. 2020.

FREIRE, T. P. Ensino híbrido, metodologias ativas e personalizadas: possibilidades e potencialidades na introdução ao conceito de reação química. 2020. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Ensino) - Programa de Pós-Graduação em Ensino da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Pau dos Ferros, 2020.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

HORN, M. B.; STAKER, H. Blended: usando a inovação disruptiva para aprimorar a educação. Porto Alegre: Penso, 2015.

KOZELSKI, A.C.; ARRUDA, G. A importância da utilização das tecnologias nas aulas de matemática. In: CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO – EDUCERE, 13, 2017, Curitiba. Anais [...] Curitiba: PUCPR, 2017. p. 2190-2202.

MACHADO, P. L. P. Educação em tempos de pandemia: o ensinar através de tecnologias e mídias digitais. Revista Científica multidisciplinar núcleo do conhecimento. Ano 05, ed. 06, vol. 08, pp. 58-68, 2020.

MIRANDA, L. A. N. A importância da matemática financeira no cotidiano e na construção da cidadania. In: Paraná. Secretaria de Estado da Educação. Superintendência de Educação. Os Desafios da Escola Pública Paranaense na Perspectiva do Professor. PDE: produção didático-pedagógica, 2014. Curitiba: SEED/PR, 2016. v. 2. ISBN 978-85-8015-079-7

MORAES, C. A. L. B.; GARDEL, P. S. A. Construção da autonomia na sala de aula de língua estrangeira. Revista Pesquisas em discurso pedagógico. Fascículo n. 7, 2009. Disponível em: https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/14741/14741.PDF. Acesso em: 18 ago. 2020.

MORAN, J. M.; MASETTO, M. T.; BEHRENS, M. A. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 10. ed. São Paulo: Papirus, 2006.

MORAN, J. Educação híbrida: um conceito-chave para a educação, hoje. In: BACICH, L.; TANZI NETO, A.; TREVISANI, F. D. M. (org.). Ensino híbrido: personalização e tecnologia na educação. Porto Alegre: Penso, 2015.

MORAN, J. Metodologias ativas e modelos híbridos na educação. In: YAEGASHI, S. F. R. et al (org.). Novas tecnologias digitais: reflexões sobre mediação, aprendizagem e desenvolvimento. CRV, p.23-35, 2017. Disponível em: http://www2.eca.usp.br/moran/wp-content/uploads/2018/03/Metodologias_Ativas.pdf. Acesso em: 15 ago. 2020.

NUNES, V. Calculadora Científica Online. Matemática.pt. Disponível em: https://www.matematica.pt/util/calculadora-cientifica.php. Acesso em: 25 ago. 2020.

PERIUS, A. A. B. A tecnologia aliada ao ensino de matemática. Trabalho de Conclusão de Curso. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Cerro Largo, 2012. Disponível em: https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/95906/000911644.pdf?sequence=1. Acesso em: 20 ago. 2020.

PIERINI, M. F.; LOPES, R.M.; ALVES, N.G. Um referencial pedagógico da aprendizagem baseada em problemas. In: ALVES, N. G. et al (org.). Aprendizagem baseada em problemas: fundamentos para aplicação no ensino médio e na formação de professores. Rio de Janeiro: Publiki, 2019.

PONTES, E. A. S. A arte de ensinar e aprender matemática na educação básica temática: um sincronismo ideal entre professor e aluno. Revista Psicologia & saberes. v. 7 n. 8. 2018. Disponível em: https://revistas.cesmac.edu.br/index.php/psicologia/article/view/776 Acesso em: 25 ago. 2020.

PRIOSTE, C. D. O adolescente e a internet: laços e embaraços no mundo virtual. 2013. 361f. Tese (Doutorado em Psicologia e Educação) – Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo. São Paulo, 2013.

PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO (PPP). Escola Estadual Professora Maria Edilma de Freitas – EFM, 2019.

RIO GRANDE DO NORTE. Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer. Portaria-SEI Nº 368, de 22 de julho de 2020. [Consolida as Normas para Reorganização do Planejamento Curricular do ano de 2020, com a finalidade de orientar os Planos de Atividades e a Inclusão de Atividades não presenciais na Rede Pública de Ensino do Estado do Rio Grande do Norte, em regime excepcional e transitório, durante o período de isolamento social motivado pela pandemia da COVID-19.] Diário Oficial do Estado do Rio Grande do Norte: ano 87, n. 14719, p. 13, 25 jul. 2020.

SÁ, H. Laboratório Rotacional: o que é e como funciona? [Blog]. 2019. Disponível em: https://silabe.com.br/blog/laboratorio-rotacional-o-que-e-e-como-funciona/. Acesso em: 25 ago. 2020.

SILVA, A. S.; SANTOS, R. A. A importância da Matemática Financeira para o exercício da cidadania através da resolução de problemas. Universidade Estadual de Goiás – UEG – Câmpus Posse, 2016. Disponível em: http://aprender.posse.ueg.br:8081/jspui/handle/123456789/60. Acesso em: 17 ago. 2020.

SILVA, G. Professor no mundo hipermoderno: atuação de professores de português em blogs. 2015. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada) - Universidade de Taubaté, Taubaté, 2015.

SILVA, V. S. R. Google Meet: entenda como funciona e a importância para equipes digitais. QiNetwork. Florianópolis, 28 abr. 2020. Disponível em: https://www.qinetwork.com.br/google-meet-entenda-como-funciona. Acesso em: 25 ago. 2020.

SOARES, K. J. A. A utilização dos recursos tecnológicos na aprendizagem de alunos do 5º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental Aracy Nascimento. Trabalho de Conclusão de Curso. Universidade Federal do Amapá, Macapá, 2012. Disponível em: https://www2.unifap.br/midias/files/2016/04/RECURSOS-TECNOLOGICOS-Katiana-Juciara.pdf. Acesso em: 26 ago. 2020.

VERGARA, A. C. E.; HINZ, V. T.; LOPES, J. L. B. Como significar a aprendizagem de matemática utilizando os modelos de ensino híbrido. Revista Thema, Pelotas. v. 15, n. 3, págs. 885 a 904, 2018. Disponível em: http://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/thema/article/view/962/862. Acesso em: 26 ago. 2020.

VILAÇA, M. L. C.; ARAÚJO, E. V. F. Tics e interdisciplinaridade: contribuições para práticas educacionais. In: VILAÇA, M. L. C.; ARAÚJO, E. V. F. (org.). Tecnologia, sociedade e educação na era digital. Duque de Caxias: Unigranrio, 2016. Disponível em: http://www.pgcl.uenf.br/arquivos/tecnologia,sociedadeeeducacaonaeradigital_011120181554.pdf. Acesso em: 28 ago. 2020.
Publicado
2021-09-30
Como Citar
Souza, L., Soares, E., & Oliveira, G. (2021). ENSINANDO MATEMÁTICA FINANCEIRA COM TECNOLOGIAS: UMA EXPERIÊNCIA UTILIZANDO LABORATÓRIO ROTACIONAL EM TEMPOS DE ENSINO REMOTO. Revista Paranaense De Educação Matemática, 10(22), 551-570. Recuperado de http://revista.unespar.edu.br/index.php/rpem/article/view/1160
Seção
Relatos de Experiência