Relações dialógicas e cronotopo no romance espírita O Mundo que Encontrei, ditada pelo espírito de Luiz Sérgio

  • Nícolas Vladimir de Souza Januário UNIFRAN
  • Camila de Araújo Beraldo Ludovice UNIFRAN
Palavras-chave: Romance Espírita. Relações dialógicas. Cronotopo.

Resumo

O romance espírita O mundo que encontrei narra as experiências de um jovem de 23 anos, após deixar seu corpo físico. A narrativa apresenta descrições do mundo espiritual de maneira amena e despretensiosa, dentre outras situações além-túmulo que fazem parte da doutrina kardecista. Obra de sucesso imediato na comunidade espírita, apresenta elucidações de cunho doutrinário pelo viés da aceitação da vida após a morte física. Nesse contexto, em percurso metodológico, temos a obra mencionada como nosso objeto de pesquisa e a partir dela, buscamos de maneira efetiva a compreensão das relações dialógicas e do cronotopo que contribuem para verificar como uma “obra espírita”, além de se enquadrar no gênero discursivo romance, apresenta relações entre narrador e leitor-virtual, bem como o entendimento do espaço e tempo representados.

Palavras-chave: Romance Espírita. Relações dialógicas. Cronotopo.

Publicado
2021-01-11
Seção
Artigos de fluxo contínuo