Gêneros textuais e/ou gêneros do discurso? Um olhar da perspectiva dialógica da linguagem sobre o gênero

  • Fernanda Taís Brignol Guimarães Centro Universitário Ritter dos Reis (UniRitter) / Universidade de Caxias do Sul (UCS)
  • Valéria Silveira Brisolara Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS)
  • Adail Sobral Universidade Federal de Rio Grande (FURG)
Palavras-chave: Teoria Dialógica. Gêneros do discurso. Gêneros Textuais. Didatização do gênero.

Resumo

Neste estudo, refletimos a respeito dos gêneros do discurso a partir da perspectiva dialógica da linguagem, de Mikhail Bakhtin, em contraponto com outras abordagens teóricas, que focalizam suas formas materiais em detrimento dos aspectos discursivos. Para tanto, discutimos a diferença entre “Gêneros do discurso” (Bakhtin) e “Gêneros Textuais”, (Teoria do Texto ou Linguística Textual), a fim de mostrar que não é o texto que define o gênero, mas o projeto enunciativo e as relações enunciativas que se estabelecem em determinado contexto de enunciação. Refletimos, ainda, a respeito da abordagem de gênero presente nos PCN de Língua Portuguesa e, por fim, discutimos sobre a didatização do gênero, que em muitos casos contribui para que se tome o estudo estrito do texto na escola sob a alegação de ser estudo dos gêneros. 

Publicado
2020-10-22
Seção
Artigos de fluxo contínuo